Você sabe o que é Download e Upload?

CURIOSIDADE

Você Sabe o que é Download e Upload?

Hoje em dia milhares de pessoas no Brasil não tem acesso a internet, por esse motivo muitas pessoas não sabem o significado de vários meios de comunicação na internet.

O que é Download?

O Download (baixar, em uma tradução simples) é um termo que corresponde à ação de transferir dados de um computador remoto para um computador local. Essa cópia de arquivos pode ser feita tanto a partir de servidores dedicados (como FTP, por exemplo), quanto pelo simples acesso a uma página da Internet no navegador.

 

Tecnicamente a maior parte do tempo que um usuário está na Internet ou navegando pelo celular, ele está fazendo download, já que quando o mesmo acessa uma página ele está na verdade baixando-a para o seu computador.

Mas a palavra download é comumente usada como sinônimo do ato de cópia arquivos de um servidor na Internet para um computador local, o que normalmente ocorre quando o navegador não consegue abrir um arquivo (como um arquivo executável, por exemplo) e disponibiliza ao usuário a opção para que salve o mesmo localmente.

 

Infelizmente nos últimos anos tornou-se perigoso fazer download de arquivos por causa da enorme quantidade de arquivos maliciosos que circulam pela Internet e isso tem obrigado os usuários da grande rede a serem mais cuidadosos na hora de baixar algo. Em contrapartida, está se tornado cada dia mais comum empresas de software colocando a entrega de seus produtos a partir de downloads, já existindo até mesmo “lojas” para isso, vide o caso da AppStore da Apple e Android com o Google Play do Google.

O que é Upload?

Seja em sites de armazenamento online ou mesmo em perfis de redes sociais, o termo “upload” tem estado presente em boa parte do nosso cotidiano online, mas você sabe exatamente o que ele significa?

Transferência de dados

Praticamente todas as operações que realizamos em uma rede de computadores dependem da comunicação entre duas partes ou mais. No caso de páginas que são acessados pelo navegador, por exemplo, existe o computador que está disponibilizando as informações para serem acessadas e outro PC que está requisitando estas informações.

Técnicos chamam a máquina que dispõe as informações de “Servidor”, enquanto que os computadores que acessam as páginas são chamados de “Clientes”. Durante visitas a uma página no browser, informações são trocadas entre estas duas partes o tempo todo, com o cliente realizando pedidos de imagens, textos, vídeos e o servidor entregando o conteúdo.

O ato de enviar dados do servidor para o cliente é chamado de download. Já o caminho inverso, quando a máquina do usuário envia algum conteúdo para o “server” na internet, é chamado de upload.

Você deve estar mais familiarizado com o termo Download do que com o Upload justamente porque você passa muito mais tempo baixando conteúdo da internet do que enviando para ela, mas os dois processos são bastante similares.

Salvando na rede

É importante lembrar que, por mais que upload possa ser usado para descrever qualquer operação de envio de dados, o termo é mais aplicado para os momentos em que o conteúdo transferido será mantido no servidor por algum tempo, isso é, ele precisa ser “salvo”.

Sendo assim, anexar um arquivo em uma mensagem no seu webmail, por exemplo, pode ser chamado de upload. Porém, a descrição não é comumente usada para o simples ato de fazer uma busca no Google, por exemplo, apesar de que o próprio texto usado para a busca tenha sido enviado para o site de pesquisas.

Funções com o nome upload aparecem principalmente em sites de hospedagem de conteúdo online, como no repositório de fotos do Picasa (Picasa foi um programa de computador que realizava a edição digital de) ou no cadastro de novos vídeos do YouTube, já que todo o conteúdo do site é mantido apenas pelas pessoas que fazem os uploads.

Upload ou “salvar na nuvem”?

A nova tendência da “Cloud Computing”, ou “Computação nas nuvens”, tem colocado o termo upload ainda mais em evidência. Este serviço veio para facilitar a vida de quem tem vários dados e arquivos que precisam estar acessíveis de qualquer lugar ou mesmo para ajudar aqueles que têm pouco espaço na máquina local.

A principal diferença entre o serviço de armazenamento nas nuvens e um simples upload é que, na “cloud”, você envia seus arquivos por vias que vão muito além de simples links em um site. Um bom exemplo é o Dropbox, que permite que você salve seus arquivos em uma pasta da mesma forma que faz normalmente, com a diferença de que o conteúdo deste diretório fica sincronizado com sua contraparte na internet.